Istalação de sistemas de aquecimento em casa

O tipo de sistema de aquecimento a instalar em sua casa vai depender de diversos fatores e é importante que tenha cada um deles em consideração antes de escolher aquele que melhor se adequa às suas necessidades.

Antes de mais nada, a escolha do tipo de aquecimento a instalar poderá ser influenciada por dois motivos sobre os quais não tem controlo:

  • 1. está a construir uma casa de raiz ou quer instalar aquecimento numa casa já construída?
  • 2. qual é o tipo de habitação? Um apartamento ou uma casa?

Construir uma casa de raiz permite uma liberdade total, dentro de mínimos razoáveis, para se ser criativo. É a situação ideal para quem pretende instalar um sistema de aquecimento central que abranja toda a casa, ou para quem pretende construir uma lareira incorporada na estrutura e ao mesmo tempo com linhas equilibradas de acordo com a arquitetura da moradia.

Mesmo numa casa já construída, e desde que se obtenham as licenças necessárias para alguma eventual alteração da estrutura da mesma, é possível fazer instalações a nível profundo ou acresccentar uma lareira.

No caso de estarmos a falar de um apartamento, as alterações estruturais poderão estar severamente limitadas, pelo que se recomenda que se recorra a aquecimento móvel, como é o caso de radiadores e salamandras.

Poupança a longo prazo

Radiadores a óleo, ar condicionado ou termoventiladores são opções mais económicas a curto prazo mas que com o decorrer do tempo acabam por, ou não ser tão eficazes ou a consumir mais energia para poderem ter o desempenho desejado.

Existem opções mais dispendiosas no imediato mas que depois a longo prazo acabam por compensar o investimento inicial.

Estamos a falar por exemplo dos sistemas de recuperadores de aquecimento central de água.

Apesar do preço mais elevado, esta é uma forma extremamente eficaz e, com o tempo, económica de aquecer uma casa. É a escolha ideal para quem vai construir uma casa de raiz.